[...] E minha cara de feliz fortemente estampada continua a esconder minha amarga tristeza oculta.
Annd Yank
home ask Poisoned Blood
Whatever
Mas como menina-teimosa que sou, ainda insisto em desentortar os caminhos. Em construir castelos sem pensar nos ventos. Em buscar verdades enquanto elas tentam fugir de mim. A manter meu buquê de sorrisos no rosto, sem perder a vontade de antes. Porque aprendi, que a vida, apesar de bruta, é meio mágica. Dá sempre pra tirar um coelho da cartola. E lá vou eu, nas minhas tentativas, às vezes meio cegas, às vezes meio burras, de tentar acertar os passos.
Caio Fernando Abreu (via florejaste)
Mas o teu amor me cura
De uma loucura qualquer.
Lulu Santos.   (via desalentou)
Me afoguei nas margens de mim.
Sereno. (via sereno)
Uma flor nasceu na rua! Passem de longe, bondes, ônibus, rio de aço do tráfego. Uma flor ainda desbotada ilude a polícia, rompe o asfalto. Façam completo silêncio, paralisem os negócios. Garanto que uma flor nasceu. Sua cor não se percebe, suas pétalas não se abrem, seu nome não está nos livros. É feia. Mas é realmente uma flor. Sento-me no chão da capital do país às cinco horas da tarde e lentamente passo a mão nessa forma insegura. Do lado das montanhas, nuvens maciças avolumam-se. Pequenos pontos brancos movem-se no mar, galinhas em pânico. É feia. Mas é uma flor. Furou o asfalto, o tédio, o nojo e o ódio.
Carlos Drummond de Andrade.   (via sereno)
Eu sei, sou uma pessoa fria muitas vezes. Minha frieza é minha proteção.
Desconhecido.  (via florejaste)
Fico um tanto quanto fora de mim quando você me envergonha. Mas na verdade, eu gosto disso, por mais que eu não saiba o que falar, é a melhor sensação do mundo! Quero dizer, a sensação de não saber quais palavras usar, para responder a altura, e tentar te fazer sentir o mesmo, se é que me entende. E o significado disso tudo? Eu acredito que seja o quanto eu gosto de você.
Mateus Yoshitani.   (via futuro-heroi)
Eu que gritei para tantas pessoas ficarem, hoje só quero mesmo é que elas sumam de uma vez por todas. E em silêncio, que é pra ninguém ter porque se lamentar.
Tati Bernardi. (via finais)
Até quando Deus parecia ter me abandonado, Ele estava me vigiando. Mesmo quando Ele parecia indiferente ao meu sofrimento, estava vigiando. E quando eu perdi toda a esperança de ser salvo, Ele me deu descanso, me deu um sinal para eu continuar a jornada.
As aventuras de Pi.   (via florindo-me)
Viu como pensa a maioria: ‘Pessoal, é noite de sexta, o que vamos fazer? Ficar aqui sentados?’. Eu respondo sim porque não tem nada lá fora. É estupidez. Gente estúpida misturada com gente estúpida. Que se estupidifiquem eles, entre eles.
Bukowski.  (via terminologias)
FUTURASUICIDA ©